Circuit Breaker – Um mecanismo emergencial

cmd_circuit_breaker

Circuit Breaker – Um mecanismo emergencial

2020: Uma sequência de Circuit Breakers

Em meio à crise global da pandemia do coronavírus, o mercado brasileiro teve 6º circuit breaker em 8 pregões diante dos esforços globais para combater a Covid-19, acumulando aproximadamente 42% de queda (entre os fechamentos de 18/02/2020 e 18/03/2020 – fonte: Comdinheiro).

Mas o que é esse mecanismo e como ele funciona?

O circuit breaker é um procedimento operacional no qual a B3 interrompe toda negociação de ativos em bolsa. Ele ocorre somente em momentos atípicos de mercado que causam forte variação do índice Ibovespa.

Para que serve?

É um mecanismo para proteção do investidor em momento de muita volatilidade, de extrema incerteza ou tensão do mercado.

Como funciona?

O acionamento do circuit breaker é feito em 3 estágios, obedecendo a percentuais de desvalorização do Ibovespa:

  1. Queda de 10%: Quando o Ibovespa apresenta uma queda de mais de 10% sobre o índice de fechamento do pregão anterior, então o primeiro circuit breaker é acionado. Com ele, todas as atividades são interrompidas por 30 minutos.
  2. Queda de 15%: Após finalizados os 30 minutos de pausa, as operações são reabertas. Caso o Ibovespa atinja oscilação negativa de 15% (quinze por cento) em relação ao valor de fechamento do dia anterior, a negociação é novamente interrompida por 1 (uma) hora;
  3. Queda de 20%: Depois da pausa de 1 hora, novamente ocorre a reabertura nas operações da Bolsa. O terceiro estágio é acionado quando o índice atinge variação negativa de 20% (vinte por cento) em relação ao índice de fechamento do dia anterior e a B3 definirá o prazo em que as operações ficarão suspensas.

Vale ressaltar que o circuit breaker não é acionado nos últimos 30 minutos da sessão do dia. No cenário da interrupção ocorrer na última hora do pregão, o encerramento da sessão será prorrogado por, no máximo, 30 (trinta) minutos para reabertura e negociação ininterrupta dos ativos e dos derivativos.

Histórico de Circuit Breakers no Ibovespa

Ibovespa de 1994 a 2020 – Fonte: Comdinheiro

Qual é a diferença entre circuit breaker e leilão de ações?

Ambos são mecanismos de proteção ao investidor em momentos de grande tensão, euforia ou incerteza de mercado.

No circuit breaker todas as operações da bolsa são interrompidas e ninguém pode comprar ou vender ações individuais ou fundos de índice (ETFs).

Já no leilão de ações a Bolsa continua a registrar as ofertas de compra e venda, mas elas só são efetivadas quando os preços de compra e venda se encaixam, a fim de prevenir um descontrole de preços.

Funcionamento: A duração é de 5 minutos, prorrogáveis por mais 5, e é acionado automaticamente nos seguintes casos:

  1. queda ou alta de mais de 10% no preço da ação em relação ao fechamento do dia anterior no pré-mercado (antes da abertura do pregão).
  2. queda ou alta de mais de 10% no preço da ação em relação ao preço de abertura, durante o pregão.
  3. oscilação do valor entre 10% e 19,99% sobre o último preço do papel antes de entrar em leilão (em qualquer horário do dia).